quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Descobri

Cigarro na mão que acompanha uma Ginjinha numa noite que promete uma manta nos pés da cama.
Sorrio com gosto a fel a cada palavra
Hoje descobri…a leveza da palavra NÂO
Só agora descobri que NÂO…é precioso para a limpeza da nossa alma
É como o cortar de correntes ferrugentas que infecta meus pés
É como o abrir de uma gaiola num quarto escuro empestado de humidade
Só agora descobri que o SIM na minha boca, não era mais que o pedinchar constante para gostarem de mim
Só agora descobri que a cada SIM nos meus lábios, não era mais que o começar de penitências muito acima daquilo que podia suportar
Abro mão de ser “porreira” ou “uma gaja fixe”
Passar a ser qualificada como fria?
Tanto melhor…não me interessa nem quero saber
Passar a ser qualificada como distante
Tanto melhor…não me interessa não quero saber
Saber que dou jeito
É curto para mim
Saber que é bom eu estar à mão
Já não me chega
Eu mereço e quero mais
Migalhas não me satisfazem mais
Oportunismo…já não me ilude
Exploração…não me convence mais
Esgotei a minha quota de abnegação, dedicação e aposta… apenas por ser mais fácil para mim
Queria que gostassem de mim…
NÃO, são três letras somente
Hoje disse a medo…faltou-me convicção…cravei as unhas na palma da mão
Mais outras três direi…até aprender que EU também sou gente
Outras três vou falar sentindo
E três outras direi em tom de verdade.
O melhor de mim sempre dei…até me anular
Mas a minha dignidade eu não vou perder nem dar

5 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Eu custei a aprender a dizer não, mas hoje em dia já consigo bastante, se bem que tem horas que eu preciso muito dele e simplesmente não consigo dizer... bjs

Novo Olhar disse...

Andamos aqui para nos descobrir, sempre.
Tu fazes com mestria de artesã

Beijos
Dolores

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


Eu isso também já aprendi!

1º nós...sempre!


E há que saber dizer NÃO;)


beijinhos mil

Gilbamar disse...

Magnífico! Dizer não muitas vezes é necessário até por causa do nosso amor próprio.

Abraços perfumados do amigo Gilbamar.

mundo azul disse...

Fico em pé para aplaudi-la!

É isso, minha amiga...Se não nos valorizarmos, ninguém o fará...
A maioria de nós, é carente e muitas vezes, se torna "bonzinho" para angariar a simpatia dos que os cercam... Isso não é nada bom!

Fique bem firme com sua decisão!


Beijos de luz e um final de semana iluminado, amiga!!!