terça-feira, 29 de julho de 2008

TROCO

Hoje descobri que ainda sou uma pessoa feita de medos, receios, raiva e que eu … também eu choro
Hoje eu posso gritar aos quatro ventos – eu também sofro, eu também tenho magoas que me desventram sem dó
Foi tanto o tempo a esconder que até eu acreditei quando olhavam para mim e diziam
- Contigo é diferente, tu és forte.
Foi tanto o tempo sem desabar que até eu acreditei quando a sorrir me diziam
- Tu deves de ser muito feliz
Foi tanto o tempo a emparedar medos que até eu acreditei quando em gozo afirmavam
- Tu sabe-la toda, tens cá uma escola
Foi tanto o tempo de armadura de cor VERDADE, com cheiro REALIDADE e de malha INVENCIVEL que até eu acreditei quando olhavam para mim e diziam
- Tu sabes como lutar, a ti as forças não te faltam
Hoje chorei como aquela menina…que já não lembrava…menina tímida, menina solitária
Hoje chorei como aquela adolescente que teimava em não querer crescer
Hoje chorei como aquela jovem que queria esconder-se do mundo
Hoje chorei como mulher adulta que sou, sem vergonha nem pudor
Hoje perdi-me da guerreira que teimei ser. Hoje permiti-me ser apenas mulher.
Se estou orgulhosa??? Claro que não, apenas foi um momento de fraqueza…e SÒ
Agora de lágrimas limpas, sorriu em volta pois não posso, não devo nem tenho tempo para fraquejos próprios de quem pode ter o luxo de ser humano
Agora de olhos enxutos, divirto quem ao meu lado está, não posso dar espaço ao silêncio pesado e que fere quem precisa de esperança
Agora de lágrimas limpas, maquilhagem feita numa pressa, não vou permitir nunca que minhas olheiras me denunciem.
Agora de olhos enxutos, beijo com paixão e fervor o meu homem
No seu pescoço, penduro-me e enrolo-me num abraço, meus dedos enterro no seu cabelo grisalho, vejo-me no fundo dos seus olhos e a sorrir digo – nunca esqueças que te amo
No seu pescoço, penduro-me e enrolo-me num abraço, respiro o seu cheiro e num longo beijo tento soprar minha vida , fazendo uma oração oferecendo a minha pela dele

9 comentários:

refinance disse...

Oh my.. this is the best blog.


refinance

cah disse...

*--*
eeu viajo eem seus post
passando rapidoo
valeeo o carinhu ahuauh

http://imensidadx3.blogspot.com/

Dama de Cinzas disse...

Que pelo menos esse choro não seja solitário... O choro de raiva, tristeza, alegria e outros, sempre é mais doce ou menos amargo, quando se pode compartilhar...

Beijos

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sem palavras...

mas com um grande e forte abraço!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Voltei...

e agora sem silencio, para dizer que não é fracasso só.

É o SENTIR em todo seu explendor.

Como dizia Vinicius "não há amor sem dor"... e por muito avassaladora que seja a dor (e incompreendida, com raiva, exaustão...) é sinónimo que muito maior é o seu amor.

Parabéns. É raro "amar de olhos abertos" com o coração tão generoso...

Um grande grande abraço

p.s.- Boa sorte com a exposição!

instantes e momentos disse...

belissimo blog, gostei daqui.
lindos posts.
Parabens
Maurizio

O Profeta disse...

...É assim mesmo querida amiga, toca a sacudir a cabeça e...voa...


Doce beijo

fadazul disse...

è miguinha, discordar jamais!!!!!
Eu também choro, embriago-me de sentimentos, sofrimentos, volto asorrir e tudo se refaz, adorei, bjks

Ácido Cloridrix HCL disse...

Depois de ler teu texto apeteceu-me apenas ficar em silencio meditando. Será estranho isso? Pode ser, mas q foi bom e me trouxe alguma paz, disso n tenho duvida,,,, obrigado pela reflexão!!! Beijo, HCL