quinta-feira, 10 de julho de 2008

Mania de escrever

Esta mania…Este vício de escrever
Escrever por tudo e por nada…sem nada dizer...
…Escrever por escrever…apenas para não ficar calada
Esta mania…este vício será loucura?
…pensar eu que foi na ilusão de ser uma pretensa escritora que me mantive lúcida
Será TERAPIA?
Agrada-me pensar que é uma forma saudável e inteligente de desencardir a alma
Será BRINCAR com as palavras?
Diverte-me pensar que é ter queda sem ter onde cair
Será retocar SENTIRES?
Dá-me prazer a ideia que são bocados de dores arrancados e por fim lançados num espaço qualquer
Será DROGA?
…na verdade foi a escrever que aprendi a ludibriar o desprezo subtilmente irónico e a ironia tão maliciosamente perversa
DOENÇA?
Algumas vezes tenho ficado doente sim
Quando encontro um papel ou outro por deitar fora e nele leio as lágrimas por chorar, palavras que ficaram por dizer.
Faz-me ficar doente sim
Ora seja o que chamarem não podem negar que nesta BRINCADEIRA que é a vida a DOENÇA dos SENTIRES aparece de forma explosiva e a DROGA mais poderosa é a TERAPIA que mais lúcidos nos mantêm.

6 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Sem dúvida que escrever é uma terapia, e ainda mais agora que temos os blogs. Essa terapia ficou com mais cara de tratatamento, conversa, desabafo!

Beijos

Dois Rios disse...

Escrever é como materializar os sentimentos. Quase dá para pegá-los.
Beijo,

O Profeta disse...

Pois, chego a pensar que escreves em vez de respirar...


Doce beijo

O Profeta disse...

...Mas faltou dizer que escreves maravilhosamente...


Doce beijo

mundo azul disse...

É verdade! Escrever é mesmo uma terapia...


Dividimos com a papel as tristezas, os sonhos, as frustrações...Ele nos ouve calado e melhor, não nos cobra nada!!!

Beijos de luz e o meu carinho!!!

Marcus Vinicius disse...

escrever nus liberta!
nus faz viver coias q não jamás vivemos.
um beijo bem grande!