segunda-feira, 22 de setembro de 2008

É tudo...MENTIRA

Sempre estive completa… numa serenidade sem medo
Minha existência sempre foi…uma onda suave e morna
Todos os QUERERES alcancei
Sempre fui compreendida
Ser rejeitada …nunca fui
Esquecida…não me lembro
Lágrimas…ouvi dizer que são salgadas
Derrotas… isso é coisa que não conheço
Feridas…não senti
Traições…isso existe?
Falta de horizontes...isso quer dizer o quê?
Temores…nem sei bem o que isso é
Todos os dias acordo viva…e gosto de mim
Cada riso, cada gargalhada…é sentida
Sempre tive fartura
Caminhos a seguir
Gente à minha volta dando o melhor de si
Sempre tive braços abertos à minha espera
De solidão nada sei
Sempre fui recompensada de algum esforço feito por mim
Mistérios, mentiras, evasivas e enigmas…não dei pela presença
Tenho confiança e muitas certezas
Sempre tive como resposta o SIM
Gosto de estar Viva

(agora vou guardar este escrito para todos os dias ler…e poder pensar que tudo isto é verdade)


9 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Eu tenho o péssimo hábito de ler o post e depois ler o título... Quando li o post já tava quase escrevendo pra vc pra me dizer qual era o segredo da felicidade... ahahah

Beijocas

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava...

não percebi se estás numa fase de força...ou não... ou se são tudo capas...


deixo mil miminhos para os momentos de força e outros tantos para os mais tremidos******************

VÓNY FERREIRA disse...

É a primeira vez que venho ao seu cantinho ler alguns textos que ainda não conhecia. E gostei do espaço, alegre, colorido como a Elisabete parece ser (pelo menos na maioria dos textos que escreve.
Espero por si no meu cantinho. Seria um prazer...
Vóny Ferreira

Dama de Cinzas disse...

Que bom que meus comentários te fazem tanto bem... eheheh! Eu por aqui gosto muito do que escreve tb!

Beijocas

Flavinha disse...

Eu costumo repetir essas mesmas coisas quase que diariamente, embora os solavancos do caminho insistam em me fazer gaguejar algumas vezes. Mas não desisto de repetir. Preciso acreditar.

Beijos, moça :)

Novo Olhar disse...

OLá Elisabete, muito ocupada, como deve calcular, mas tudo a corre bem, e esperando ela chegada do Afonso.
Goste muito deste seu poema.Isto é o que eu chamo "estar viva"

Um beijo de nós
Dolores/Milene/Guilerme/Afonso

Angela Ladeiro disse...

Gostei muito do que li e da forma alegre como põe os assuntos que vive!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava !

Tens desafio/prémio no meu blog!

beijinhosssssss

Bianca Tupinambá disse...

Essa é a metalinguistica da auto-ajuda, é você escrevendo pra você mesmo! hehehe
Legal!