quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Meu TESOURO...Minha JOIA


No meu colo podia ter um TESOURO ou uma JÓIA
Nos meus braços podia ter Aquele que seria meu orgulho
De mão dada podia ver os dias passarem com Aquela que seria o meu sorriso
Fui obrigada a escolher se daria vida a um ser ou se alguém acompanhava até morrer.
Arrependimento não sinto…apenas lamento
Meu Tesouro…tua cara podia ser de traços fortes e vincados com olhos azuis como teu pai
Minha Jóia…podias ter covinhas ladinas com olhos cor de terra como tua mãe
Muitas vezes sonhei…
Com teu cheiro, com tua pele e ouvia tua voz a chamar – mãe
Inventei baladas sempre que na rua uma grávida via
Inventei histórias de castelos e princesas sempre que na rua me cruzava com o bebé de alguém
Arrependimento não sinto…apenas lamento
Assim escolhi…por amar demais
Sei que fui para ti uma boa mãe
Ao meu útero… proibi germinar
Aos meus ovários… privei gerar
Ao meu peito… neguei pulsar
Arrependimento não sinto…sei que fiz bem
Somente tenho saudades de ti…porque não te pari
Somente tenho saudades de mim…porque escolhi…não ser mãe

4 comentários:

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava amiga!


Ai q solidão essa ... nostalgia não ajuda os tratamentos a seguir:)

Força e finge q sou uma menina q saiu de ti e que te podia chamar mãe... não sou, mas admiro-te tanto!

miminhos e muitas canções de embalar!

Dama de Cinzas disse...

Minha amiga! Entendo o que sente, mas vc sabe que não sinto o mesmo nunca tive vontade de ter filhos, nem sinto qualque melancolia por isso, mas estranhamente eu consigo entender quase completamente o que sente uma mulher que quis ter um filho e não conseguiu pelos mais variados motivos... Sei que deve ser um vazio que de vez em quando vem atormentar... Beijocas

GUILHERME PIÃO disse...

Não sei o que é querer ser mãe, mas sou pai e por 3 vezes...ehehe, sempre quis e consegui....sou muito feliz e um privilegiado por ter 3 tesouros....
Abraços

Mello disse...

Eu, ainda não tenho filhos e nessa vida de professora penso às vezes que nunca terei...
Sinto muito, que as circunstâncias da vida não tivessem permitido a realização do teu sonho.

Tens de ser forte e recuperar aos poucos, isto é doloroso...

Muitos beijinhos, com afecto,

Graça Mello