sexta-feira, 22 de maio de 2009

CARTA SEM DESTINO


Neste teu nada fazer
Neste teu acontecer
Fico desconfortável
Neste abraçar o domínio do tempo
Nesta contemplação passiva
Eu não tenho espaço
Neste teu esperar o perigo
Nesta tua castração de agir
Fico incomodada
Pedir ajuda não é humilhação
Muita dignidade é preciso ter para reconhecer a urgência de uma mão amiga
Quando estamos em falta
Dar a cara não é desfaçatez
Encarar os olhos julgadores
É pura coragem
Ter raça é ter a consciência que tudo fizemos pela condição de acordar vivos
Aiiii! Não aguento mais este desprezo que tens por ti
Ahhhh!
Esta falta de brio em ti faz-me mal
Podes errar
Podes falhar
Podes negligenciar
Até magoar
Mas não tens o direito NUNCA
De me privares de REMENDAR
Os buracos de tecidos que nunca escolhi

10 comentários:

Fatima disse...

Olha,
muito lindo!
Já tive vontade de falar estas palavras algumas vezes. Engraçado como vcs poetas(poetisa)conseguem ler a alma da gente mesmo sem querer.
Será um prazer receber sua visita lá em casa.
Abrs.

Gleidston disse...

Olá Menina,

Embora sei que os poetas são grandes fingidores,oras na fala das ilusoes oras no seu mais íntimo inconciente,gosto sempre do que leio atraves de voce.


*Elisabete, pode sempre comentar por que embora não sou poeta, mas tambem arrisco*

beijos,otimo fim de semana pra voce.

MENSAGENS AO VENTO disse...

___________________________________


...lindo, forte, urgente!

Gostei demais do seu poema, Elisabete!


Que saudades estava de você, querida amiga...


Beijos de luz e o meu carinho IMENSO!!!

Zélia

________________________________

VÓNY FERREIRA disse...

Intensamente belo e... triste.
Beijo, "menina simpática" dos afectos!
Vóny Ferreira

Daniella Paula disse...

É sempre tão bom estar aqui...

É tudo tão lindo!

Siegrfried disse...

Ahh...
Quanta coragem é preciso ter para pedir ajuda...
Gostaria tanto de ter esta coragem e dizer isto...
Mas é algo que está fora do meu alcance...
Ainda estou congelado em meu próprio bloco de gelo...
Esperando algo que me retire da solidão.
E estou emergindo para a vida aos poucos novamente.
Postei alguma coisa no meu blog!
Com fraqueza, mas estou voltando!

mundo azul disse...

__________________________________


Passei para deixar um beijo e o meu carinho!


___________________________________

mundo azul disse...

_____________________________________

...não publicou mais...Estou com saudades de você!

Deixo um beijo com o meu carinho e a minha amizade...

____________________________________

Gleidston disse...

Olá senhorita,
É bom saber que voce anda por aqui, embora já tem algum tempo que não posta algo,saiba que adoro sua escrita por isso regresse logo ok rss.

*a principio sai o meu livro em outubro, seria uma honra poder contar com a sua presença*

desejo á voce um otimo fim de semana.

beijocass.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!