quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

NOVA PAGINA


Uma nova pagina escrevi, neste livro que é só meu

O enredo esse... não escolhi

Apenas corrigi o erro que era meu

Calar os gritos de quem finge não ver

Rir até as visceras chorarem

Foi um conto encadernado

Com letras cor de lama

Uma nova pagina escrevi, nete livro que é só meu

A caneta estendo a medo

No papel branco que é esta minha vida

Deixo-me levar neste ficar

Estou cansada carambas

2 comentários:

Siegrfried disse...

E finalmente minha metade amiga, metade mestra está de volta!
Saudades muitas Elisabete!
Como tem passado?
Superaste tudo o que havia para ser superado neste 2010?
Percebo, pelo que escreves, que algo tempestivo passou por tua vida, mas e agora, estás bem mesmo?

O texto está ótimo, você como sempre escreve bem!
Desculpa a torrente de perguntas, é que tenho saudades das palavras tuas!

Siegrfried disse...

Devo lhe dizer obrigado pelos elogios...
Estou agora com sono e pouco tempo, de modo que te darei melhor resposta depois.
Agora, por hora digo que não recebi o e-mail, e agradeceria se o reenviasse neste correio:
fasserra@gmail.com, é o meu mais profissional e limpo de spams, o que impede que eu acidentalmente exclua!